Das Finale steht bevor: Nossa #Copa é na Rua – unsere #WM findet auf der Straße statt, Demomobilisierung für Sonntag in #Rio

GRANDE ATO DA FINAL
Nossa Copa é na Rua: por uma cidade de direitos!
Todo apoio aos trabalhadores em luta!

DOMINGO, DIA 13/7
Concentração às 10h, na praça Afonso Pena
Saída às 11h, finalizando na praça Saens Peña

copa_na_ruaEste é o último de uma série de quatro atos unificados que uma ampla articulação da sociedade civil organizou durante a Copa do Mundo na cidade do Rio de Janeiro.

Tem gente dizendo que ir às ruas durante a Copa é torcer contra o Brasil! É mole? É justamente o contrário. Todo mundo sabe que as empreiteiras, a Fifa, as empresas patrocinadoras e alguns políticos ganharam muito com a Copa. O povo ficou de fora. Por isso, nossa Copa vai ser na rua!

Eixos temáticos:

1 – Queremos Saúde, Educação e Transporte! Públicos, gratuitos e de qualidade! Os governos gastam bilhões com obras desnecessárias e a gente ainda sofre na fila do hospital.
2 – Segurança se faz com respeito e diálogo com o povo, não com violência e controle militar de comunidades pobres. Exigimos nosso direito de manifestação. Protesto não é crime!
3 – Futebol é o povão! Por um Maracanã público e popular, com ingressos baratos e setores sem cadeira.
4 – Lutamos pela democratização dos meios de comunicação. Queremos apoio à mídia independente e à comunicação popular. Hoje, quem manda são as empresas.
5 – A cidade é nossa! Exigimos moradia, saneamento, mobilidade e acesso à cultura! No campo, grandes empresas expulsam as famílias de suas terras. Reforma Agrária já!
6 – Queremos o fim das remoções forçadas de comunidades pobres em obras que só favorecem as empreiteiras. Pra Copa e pras Olimpíadas, foram milhares de famílias expulsas de suas casas no Rio. Moradia digna é um direito!
7 – Racismo, machismo, homofobia? Não! Chega de intolerância, exploração sexual, violência contra as mulheres, discriminação… Nossos corpos não são mercadoria.
8 – Todo apoio às greves e à luta dos trabalhadores! Pela readmissão dos metroviários de São Paulo! Contra a perseguição aos educadores em greve no Rio de Janeiro!

Além dos eixos temáticos tratados nas plenárias anteriores, dois temas farão parte desse último ato.
– Pela readmissão imediata dos professores do município do Rio de Janeiro! Denunciamos as arbitrariedades do prefeito Eduardo Paes. Essa luta em prol da educação e de seus profissionais é de toda a sociedade!
– Pela desmilitarização do Estado! Nessa semana lembramos de mais uma triste história de violência nas favelas cariocas. A história de Amarildo ecoou com vigor nas ruas e serviu de exemplo para que várias comunidades se organizassem na luta contra a violência de Estado. Não esqueceremos Amarildo, Cláudia, DG e tantos outras vítimas da violência!

Comitê Popular Rio Copa e Olimpíadas

Advertisements
Dieser Beitrag wurde unter Proteste veröffentlicht. Setze ein Lesezeichen auf den Permalink.

Kommentar verfassen

Trage deine Daten unten ein oder klicke ein Icon um dich einzuloggen:

WordPress.com-Logo

Du kommentierst mit Deinem WordPress.com-Konto. Abmelden / Ändern )

Twitter-Bild

Du kommentierst mit Deinem Twitter-Konto. Abmelden / Ändern )

Facebook-Foto

Du kommentierst mit Deinem Facebook-Konto. Abmelden / Ändern )

Google+ Foto

Du kommentierst mit Deinem Google+-Konto. Abmelden / Ändern )

Verbinde mit %s